Mercado

Empreendendo o sucesso no segmento de cosmético profissional

Mais do que apenas sonhar com o negócio próprio, é muito importante ter um planejamento e diagnosticar seus respectivos pontos fracos.

Uma demanda que aumenta a um ritmo alucinante: 7 mil novos salões de beleza formalizados ingressando no país, mensalmente. Segundo o Sebrae, o segmento com o maior número de MEIs que quadruplicou seu número nos últimos 4 anos. Um mercado potencial gerado por mais de 1,2 milhão de salões de belezas que necessitam de produtos cosméticos profissionais para o seu trabalho diário. Um mercado que absorve mais de 1 milhão de pessoas envolvidas na Venda Direta de cosméticos profissionais.

Mas fazer parte desse nicho tão promissor não é sinônimo de sucesso e liberdade financeira. Com quase 12 % da população economicamente ativa desempregada no país, o desejo de muitas pessoas que perderam o trabalho foi ingressar no setor de beleza profissional. Enquanto nos anos anteriores, o crescimento era originado pela formalização dos microempreendedores, 2016 foi marcado pela abertura de novos negócios por trabalhadores que ficaram desempregados. Esse empreendedorismo de escala, por necessidade e não por oportunidade e predicados, requer um maior apoio dos órgãos e organizações que dão suporte aos novos empresários, principalmente começando com a análise do perfil empreendedor, formação e adoção de boas práticas de gestão. Mais do que apenas sonhar com o negócio próprio, é muito importante ter um planejamento e diagnosticar seus respectivos pontos fracos.

Esse aumento de oferta de salões de beleza criou um nicho muito próspero no mercado: a Distribuição de cosméticos profissionais, ou seja, o comércio de produtos capilares exclusivos que são utilizados pelos cabeleireiros. Mas se a formação empreendedora para a gestão otimizada do salão de beleza já é algo difícil de encontrarmos em cursos e treinamentos, o que dirá a formação e qualificação para os milhares de Distribuidores de cosméticos que estão ávidos para suprir toda a demanda da beleza profissional?
Para o diretor comercial da Plakton Cosméticos, Giba Júnior, o interessado que deseja atuar como distribuidor de cosméticos profissionais necessita de dedicação integral, comprometimento e treinamento direcionado para que o mesmo ingresse no mercado com competitividade. Não basta o planejamento sem ter a qualificação para a implantação, não basta a implantação sem ter um mentoring. E é isso que a empresa Plakton oferece, com uma nova diretriz para a sua Rede de Credenciados de Distribuidores e os seus novos membros, investindo na formação de empreendedores qualificados para atender com excelência a grande demanda de produtos profissionais pelos milhares de salões de beleza espalhados pelo país, conclui o Diretor.

A beleza profissional é um segmento que tende a crescer muito mais quando os seus players estiverem mais qualificados e focados no planejamento e na gestão da organização. Essa é a leitura do analista de mercado, Eraldo Shinzato, consultor externo que atua em 6 indústrias do setor: “- A alta competitividade leva a necessidade da busca por diferenciais estratégicos e o aumento da zona de conforto do stakeholder, somente assim o sucesso e a solidez do negócio se concretizará pois quando o empreender por necessidade se distancia do empreender por aptidão, perde-se a competitividade e toma o seu lugar o instinto de sobrevivência empresarial, este, prejudicial a curto prazo para qualquer organização”.

Com a diretriz de qualificação à cadeia de valores do setor, a startup O Rei das Escovas, é um exemplo de veículo educacional através de uma página na rede social Facebook. Com mais de 1,2 milhão de seguidores profissionais atuantes no setor da beleza, a página é uma referência para os cabeleireiros se atualizarem com as tendências, dicas, novidades de produtos cosméticos e técnicas protocolares de uso. O grande benefício aos nossos seguidores é a sinergia do valor compartilhado na nossa cadeia de negócios: marcas de cosméticos, distribuidores e vendedores, educadores, profissionais de beleza e os seus respectivos clientes interagem em uma troca mútua de conhecimento e reconhecimento, afirma Thiago Cardoso Regiani, CEO da startup.

Fontes Citadas

Exame.com http://exame.abril.com.br/negocios/dino/
Plakton Cosméticos http://plakton.com.br
Eraldo Shinzato eraldo@wisepack.com.br
O Rei das Escovas https://www.facebook.com/oreidasescovas

 

Comment here