Os 7 pecados da beleza: hábitos comuns que prejudicam a pele, unhas e cabelo

Compartilhar é se importar!

Às vezes cometemos alguns erros imperdoáveis contra a nossa própria beleza e cuidados com o nosso corpo. São pequenas coisas que fazemos no decorrer do dia a dia e nem percebemos. É preciso prestar atenção e evitar ao máximo, para que, futuramente, não seja necessário fazer acompanhamentos médicos para remediar a situação.

Cabelos

Excesso de vitamina A: Na vontade de que o cabelo cresça mais rapidamente, algumas pessoas fazem tratamento com vitamina A e produzem o famoso “shampoo bomba” – que, muitas vezes, conta com o produto Monovim A, de uso veterinário. Entretanto, tal hábito pode ter “efeito rebote” e causar queda de cabelo. É preciso ter cuidado e sempre procurar a orientação de um profissional.

Resíduos no couro cabeludo: Não é segredo para ninguém que deixar resíduos de cremes e até shampoo é extremamente prejudicial para a saúde dos cabelos. Às vezes, insistimos em aplicar o condicionador, e até mesmo o creme de pentear, direto na raiz do cabelo. Isso deve ser evitado sempre. O ideal é aplicar o produto no comprimento dos fios até as pontas. Isso evita diversos danos, inclusive a queda de cabelo.

Foto: Pinterest

Unhas

Esmaltar as unhas sem pausa: Você já deve ter ouvido falar que as unhas precisam “respirar” e, por isso, devem ficar um intervalo sem esmalte para que fiquem saudáveis. Pois bem, unhas não respiram, já que são um tecido morto e existem para proteger as pontas dos dedos. Entretanto, a recomendação permanece, pois, deixar as unhas pelo menos um dia sem esmalte permite que elas “descansem” da toxidade dos esmaltes e cresçam com mais força.

Foto: Visual Hunt

Pele

Abusar dos produtos para pele seca:  O sonho de todos é ter uma pele macia e sequinha como a de um bebê, mas, às vezes, utilizar os produtos de forma incorreta pode ser prejudicial. Ao invés de ajudar, pode aumentar a oleosidade da pele. O que acontece é que quando utilizamos, em excesso, cremes, sabonetes ou géis de limpeza que removem a oleosidade natural do nosso corpo, a hidratação da pele também é prejudicada por esses produtos. Para recuperar esta proteção, o organismo produz ainda mais sebo cutâneo. Por isso, é necessário que um especialista avalie o tipo de pele e os produtos ideias para cada pessoa.

Não limpar o rosto corretamente: Não adianta simplesmente tirar a maquiagem no banho. Para que base, sombra, pó e outros produtos sejam completamente removidos do rosto, é necessário fazer uma limpeza mais completa – de preferência com demaquilante, sabonete facial e tônico. Deixar resquícios de produto na pele entope os poros e contribui para o surgimento de acne.

Foto: karolinamis via Visual Hunt

Make

Falta de higiene com os materiais: É mais do que necessário higienizar pincéis, esponjas e até mesmo o curvex, pois esses utensílios acumulam germes e bactérias e sempre estão em contato direto com o nosso rosto. A falta de higienização correta pode causar espinhas, cravos e até alergias. No caso dos pincéis e esponjas, lavá-los com sabonete neutro e deixá-los secar pode ajudar. Já com o curvex, a esterilização com álcool previne que até mesmo uma conjuntivite possa aparecer.

Usar produtos fora do prazo de validade: A gente sabe o quanto isso pode ser prejudicial para a saúde da pele, mas às vezes surge aquela “dózinha” de jogar fora um produto que você usou poucas vezes e ainda está inteirinho, mesmo o prazo de validade estando vencido. Não arrisque, é melhor se desfazer do que depois ter que remediar uma situação, como uma alergia ou irritação da pele. Na dúvida, não use.

Foto: Visual Hunt

Alguns excessos e pequenas falhas nos cuidados com a beleza podem prejudicar inclusive a saúde. Por isso, tire um dia para observar as medidas que você vem tomando em relação aos procedimentos e tratamentos que fazem parte da sua rotina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =