Quais cores e cortes de cabelo vão bombar no inverno 2019

Compartilhar é se importar!

O estilo pode se manter o mesmo – afinal, você sabe do que gosta e como se sente bem –, mas, com a chegada das estações mais frias, bate a vontade de uma repaginada no visual. Nessas horas, mudar o cabelo pode fazer toda a diferença. Não precisa ser um extreme makeover: renovar o corte ou acrescentar cor ou textura aos fios já traz aquela sensação de novidade. Vale lembrar que tendência bem aplicada é aquela que faz sentido para quem usa.



Por isso, conversamos com os hairstylists Leo Zamper, do estúdio que leva o mesmo nome, e Cristian Dallé, do Frenzy Saloon, ambos em Porto Alegre, para saber o que estará em alta nessa temporada. Veja o que mais combina com o seu estilo para renovar o look quando o inverno chegar:

Bob, queridinho e revisitado

O bob já é sucesso há algumas temporadas. Para Dallé, esse tipo de corte assumiu o posto de número um durante os dias mais quentes, mas não perde o posto do inverno. Para quem tem cabelos cacheados ou crespos, vale investir no corte para valorizar o volume:

– Dá para jogar com formas arredondadas e alongadas com franja, podendo usar para o lado também – completa Leo Zamper.

Leo Zamper / Divulgação
Cabelos crespos ficam lindos em cortes estilo bobLeo Zamper / Divulgação

Blunt bob



Para o hairstylist do Frenzy Saloon, o corte vai fazer sucesso em duas versões distintas. Ambas são modernas e versáteis para as fãs do cabelo curto.

– Uma dessas versões é mais elegante e polida. Chegou a hora de tirar a chapinha do fundo da gaveta para o blunt bob, que se distingue pelo espírito sofisticado, onde as linhas laterais se aliam ao risco ao meio da cabeça, criando a dupla perfeita – afirma.

Bob French Allure



Frenzy Saloon / Divulgação
Assim como o bob tradicional, funciona para todos os tipos de cabeloFrenzy Saloon / Divulgação

Essa é uma alternativa para quem já tem os fios curtos. Cristian Dallé explica que o corte foi reinventado com um novo allure à francesa, num bob curto com franja – que, assim como o bob tradicional, funciona para todos os tipos de cabelo:

– O segredo do sucesso do corte é manter os fios de cabelo ligeiramente mais curtos na zona da nuca, e mais compridos à frente com uma franja reta.

Franja



A franja é uma tendência que volta com força nessa temporada e promete ficar. Garante uma mudança no visual que serve, também, para quem quer dar uma repaginada sem abrir mão do comprimento, por exemplo.

Leo Zamper / Divulgação
Não existe esse negócio de que franja serve apenas para alguns formatos de rostoLeo Zamper / Divulgação

E sabe aquele medinho de que determinado tipo de rosto ou de cabelo não vá combinar com esse estilo? Leo garante que você pode deixar para trás.

– Basicamente não se resume a mulher a um tipo de rosto ou de cabelo na hora de explorar as possibilidades de um estilo. A adaptação do cabelo cacheado, por exemplo, é tranquila. Você pode escolher escovar ou deixar os cachos e, nesse caso, o corte vai ser feito levando em conta o cabelo cacheado. Quanto ao rosto, não existe esse negócio de que franja serve apenas para alguns formatos. É só conversar com o profissional e ver qual o melhor estilo de franja para o seu rosto, mas todo mundo pode usar.

Pixie cut



Para quem quer uma transformação, os comprimentos curtos – e queridinhos do inverno –trazem a solução atemporal e cool do pixie hair. Leo Zamper sinaliza que esse é um daqueles cortes que encontram cada vez mais espaço no repertório feminino e, além da facilidade na hora de cuidar, entregam um visual forte e expressivo.

Leo Zamper / Divulgação
Pixie é um daqueles cortes que encontram cada vez mais espaço no repertório femininoLeo Zamper / Divulgação

– Esse estilo também vem sendo atualizado, como, por exemplo, os detalhes em cor na nuca que fazem diferença no resultado final. E também são bacanas para brincar com a finalização, usando pomadas ou aqueles salt sprays, que trazem o efeito de beach waves.

Médios, com pontas lisas



Começamos esse tópico lembrando mais uma vez: existem várias tendências que só fazem sentido se refletirem o seu estilo. Dallé lembra que os cortes longos não são mais protagonistas. Mas dá para ficar em cima do muro e investir na linha intermediária dos comprimentos médios, que equilibram o frescor da nova estação e o sentimento de mudança sem cair na zona por vezes perigosa de um look radical.

Frenzy Saloon / Divulgação
Ideia do corte é fazer cachos abertos apenas no comprimento, mantendo as pontas lisasFrenzy Saloon / Divulgação

– A dica é ir por um caminho nem demasiado curto, nem muito comprido, em um corte abaixo da linha dos ombros, com um espírito effortless e feminino, mas não menos cool. As ondas permanecem e aparecem ainda mais estilizadas. A ideia é fazer os cachos abertos apenas no comprimento, mantendo as pontas lisas. Esse efeito pode ser conquistado com um modelador de cachos de espessura G –ensina o hairstylist.

Mechas iluminadas



Para o cabeleireiro do Frenzy Saloon, a técnica de iluminação em tons quentes vai ser uma das mais disputadas no salão.

Frenzy Saloon / Divulgação
Mechas iluminadas não sofrem tanto com o desbotamento precoceFrenzy Saloon / Divulgação

O hairstylist explica que a ideia é sair do monocromático e contrastar com outras tonalidades, que combinem entre em si, para suavizar o semblante e dar movimento sem perder a naturalidade.

– Esses tons ficam bem em toda cor de pele. Além de versáteis, não sofrem tanto com o desbotamento precoce. Quem já é adepta das mechas loiras pode aproveitar a cor feita no verão e atualizar a matiz com os novos tons do inverno. Um look renovado sem danificar os fios.

Mostarda

Mostarda, amarelo queimado, ocre: ao contrário dos nomes difíceis, essa cor promete ser bem versátil, explica Leo Zamper. Para quem busca um visual mais intenso, a cor pode ser uma boa pedida:

Leo Zamper / Divulgação
Cor mostarda combina com todos os tons de peleLeo Zamper / Divulgação



– Esse tom está bombando no mundo da moda. Quando se fala em cor de cabelo, é uma das apostas mais fortes também. E combina com todos os tons de pele, é bem universal. Fica bem com pele branca e com pele negra. O grande lance é ter criatividade para experimentar – destaca.

Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/donna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 13 =