Vigilância Sanitária interdita salão de beleza e encontra baratas em restaurantes do Norte Shopping

Compartilhar é se importar!

RIO – Um salão de beleza foi interditado e cerca de 185 quilos de alimentos foram inutilizados durante operação da Vigilância Sanitária no Norte Shopping, nesta quarta-feira. No KFC, os fiscais encontraram baratas na cozinha, inutilizaram oito quilos de farinha onde os insetos estavam e multaram o estabelecimento. Os agentes também encontraram, segundo nota da Vigilância Sanitária, baratas nas dependências do Gendai. Também em nota, no entanto, a assessoria de imprensa do restaurante Gendai informou que o fato ocorreu em outro estabelecimento; “O problema, na verdade, foi detectado em outro restaurante de culinária japonesa do Norte Shopping. A empresa reforça seus diferenciais que são: saudabilidade de seus pratos, higiene e cuidados no preparo dos mesmos, e nega qualquer tipo de irregularidade em seu estabelecimento”, diz a nota.



O Norte Shopping recebeu uma multa por presença de insetos nos banheiros e uso de raticidas nos ralos da área de circulação. A administração do shopping, que participou da ação, informou que irá corrigir os problemas. Na última operação realizada no local, em outubro do ano passado, 45,5 quilos de alimentos foram inutilizados.

Dos quatro salões inspecionados, três apresentaram problemas no setor de esterilização de instrumentos. Degradée e Walter’s foram multados e tiveram os setores de manicure e pedicure interditados enquanto não realizarem adequações no equipamento. O Walter’s também teve o setor de estética interditado, pois não havia responsável técnico nem licenciamento para realização desse tipo de procedimento. Já o In Time Cabeleireiros foi totalmente interditado, pois não havia licenciamento sanitário para funcionamento e não contava com médico responsável para realização de procedimentos estéticos. Ainda na área de saúde, as filiais da farmácia Drogasmil e as perfumarias Le Parfum e Boticário foram intimadas a fazer pequenos reparos estruturais.



Já no setor de alimentos, 34 estabelecimentos apresentaram problemas, como a falta de documentação e a comercialização de alimentos impróprios. No Carrefour, os fiscais encontraram 114 quilos de carnes descongeladas, enquanto na lanchonete Subway foram apreendidas 19 latas de refrigerante vencidas desde maio. No Restaurante à Mineira, quatro quilos de salgadinhos e três quilos de comida japonesa foram inutilizados, O Vintage Cupcake teve 26 bolinhos recolhidos por estarem fora da temperatura adequada. No Livorno, duas bandejas com oito quilos de comida japonesa foram jogados fora, enquanto na Casa da Empada cinco sanduíches naturais tiveram o mesmo fim. No Gran Sapore, que presta serviço para o refeitório do Carrefour, foram encontrados 17 quilos de laticínios estragados. No Zacks, 18 quilos de salgado sem rotulagem, e 500 gramas de queijo fora da temperatura adequada do Mc Donald’s foram inutilizados. A Churrascaria Estrela do Sul sofreu interdição no setor de salgados.



Outros restaurantes foram multados por falta de asseio na manipulação de alimento: Giraffas, Divino Fogão, Karibu Lanches, Abib, Patroni Pizza, Rei do Mate, Parmeggio e Bob’s . Os quiosques Café Donuts e Viena foram autuados por manipulação simultânea de alimentos e dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × dois =